Feeds RSS

Doe leite materno

Doe leite materno

Hora certa

Seguidores

Grata pela sua visita

sábado, 7 de agosto de 2010

Hospitais intensificam campanha para doações de leite materno





Por: Aurelio Carvalho

O banco de leite da Maternidade Marly Sarney, na Cohab, e do Hospital Materno Infantil, no Centro, está precisando de doadoras de leite materno para suprir as necessidades de estoque. A campanha “Doe leite materno” começou em janeiro deste ano, mas ainda não atingiu os resultados satisfatórios.

Segundo a enfermeira Miltra Rosa, do Hospital Materno Infantil, o ideal seria que cada banco de leite tivesse, no mínimo, 40 doadoras cadastradas. “Hoje vieram 10 mães nos procurar, mas nem todas tinham leite suficiente para doar. A campanha melhorou nosso estoque, mas ainda não atingimos nosso objetivo”, disse a enfermeira.

Na Maternidade Marly Sarney o banco de leite não está conseguindo fazer estoque. De acordo com Iranildes Rodrigues Costa, coordenadora do banco, mesmo com a campanha, o hospital está conseguindo enviar apenas dois litros de leite por dia para a UTI Neo-Natal. “O ideal seria que mandássemos cerca de cinco litros por dia, mas ainda não atingimos nossa meta. Muitas mães que estão tendo filho pela primeira vez não sabem que podem e devem doar. Basta que tenham quantidade de leite em excesso e sejam saudáveis”, explicou Iranildes Costa.

Hoje, o banco de leite do Materno Infantil possui 29 doadoras cadastradas. O número, apesar de ter crescido em decorrência da campanha iniciada em janeiro, ainda é pequeno para a necessidade do hospital.

Ivanice Pires Silva está com um bebê de 23 dias na UTI e teve sorte de conseguir o leite para seu filho, que nasceu com 1,85kg e agora já pesa 1kg. “Ele toma 15ml de leite a cada duas horas. Agradeço às doações e peço que as mães se sensibilizem e participem dessa maravilhosa campanha”, disse Ivanilce.

Para incentivar ainda mais as doações, o banco de leite da Maternidade Marly Sarney atende em domicílio. Para isso, basta que a mãe doadora ligue para o telefone 3213-2333 e solicite a equipe em sua residência. “A partir daí nós vamos até a casa da pessoa, fazemos o cadastrado, passamos as orientações de como a mãe deve recolher o leite, deixamos o material esterilizado e passamos uma vez por semana para pegar o leite doado”, explicou Irenildes Costa.

Links Patrocinados




Fontes:




http://www.jornalpequeno.com.br/2006/2/10/Pagina28556.htm

0 comentários: